Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

: Blog

31-12-2008

À sombra de uma luz ...

À sombra de uma luz... vive um coração imenso. ..........Tem uma beleza fulgurante a transbordar num olhar.......... tem um calor a passear num corpo....  tem uma cor de uma vida...

À sombra de uma luz... vive um mar enorme que se entrelaça nas ondas...

Luz intensa que não cessa..... amor que se respira....

Levaste um beijinho meu.... nas ondas que esvoaçavam num mar inquieto...

Respiraste amor em cada instante.... viveste o teu olhar.... no meu olhar!

À sombra de uma luz... olhei para ti.... e só vi amor.... era uma luz que não tinha sombra...

....Vivia num coração.... algures numa dimensão diferente.... mas no mesmo espaço....

À sombra de uma luz... vivia um coração, imerso numa via de esperança.... Que acreditava, que acreditava sempre..... no amor, na vida e na felicidade...

Árvore de vida com inúmeros ramos de momentos.... Uma luz que preenche os espaços entre as folhas do dia... e aquece as manhãs de solidão...

À sombra de uma luz vive sempre um coração .... que espera pacientemente pelas nuvens do tempo....

À sombra de uma luz viverá sempre um amor imenso....

 

03-12-2008

Luar em ti ...

Em noite de luar....há reflexos de luz que saltitam de emoção em emoção...É vida que vive em ti.....

São luzes que navegam num pensamento e num sentimento.......São reflexos em cada ser...

Em noite de luar ..... existe um reflexo de luz que se difunde nos teus lábios...... com um brilho imenso... numa dança sem fim....

Múltiplas luzes... que saltitam dum momento de felicidade para outro momento de felicidade...

Em cada luar existe constantemente um reflexo de luz no lago do teu coração!... Espelho meu em teu luar!... Coração que navega pelo teu corpo, como a superfície da água da vida, de um tempo sem tempo.....

Numa noite de luar.... ou mesmo numa noite sem luar..... existe sempre e existirá....

..............Um luar em ti!.....iluminado!

 

25-11-2008

Um sopro de amor ...

Um sopro de amor... passou por mim... e despertou em ti....

Um poema.... uma frase.... um olhar....

Um beijo sob a forma de desejo... e uma vida sob a forma de desejo...

Num instante... um sopro de amor envolveu-me o coração num vendaval de paixão.... e caminhou estrada fora..... Derramou alegria......Transmitiu felicidade..... Encontrou a paz....

Onde descansa o teu amor?

Há tantas flores por desabrochar no Deserto da vida.......

Abandonadas pelo sopro... caminhavam tristes... as flores por crescer....

E o vento angustiante continuava a soprar solidão... para o horizonte....

Estátuas frias e tristes.... aquelas vidas onde não sopra o amor........

Em mim.... o sopro do amor despertou um calor, ecoando vida.........

..... E o sopro ... que ressoa......

........................ Para ti, um sopro de amor intenso................. onde estiveres......

 

20-11-2008

Uma página em branco ...

Uma página em branco....de papel, de vida....alguém para escrever ou desenhar......

Procurei ideias....quis inventar palavras...tentei descrever sensações de encantar....

Percorri sonhos mil...

Tentei escrever...mas não encontrei as palavras.....

Percorri a vida.....

As sensações esvoaçaram.....

.... Quis escrever o mais lindo texto de amor.....

.... Quis escrever uma frase envolvente.....

.... Quis descrever o amor.... mostrar o amor...viver o amor.... numa simples página em branco....

Mas as letras fugiram de mim....

A página em branco.... em branco ficou.....

O que foi escrito?

Ficou apenas no pensamento?...

Ou será que foi mesmo escrito?

Será que existe alguma coisa para além da realidade?

A quem foi escrita?

Alguém que sabe ou que não sabe?

Uma página em branco pode ser muito mais do que uma simples página em branco....

Pode até conter ... o que não foi escrito....

As páginas da vida... são todas elas páginas em branco....

Somos nós que decidimos e optamos.... que escrevemos ou não.....

Afinal... há tanto que nunca foi escrito...

Afinal... todos os dias são páginas em branco.... onde escrevemos, pintamos e desenhamos... emoções, realidades, momentos de vida..... a própria vida!

E quando virarmos a página em branco... voltaremos a encontrar outra página em branco... por escrever... ou não escrever....

 

20-11-2008

A árvore da generosidade ...

Perdida na Floresta da Sociedade, divisava-se...uma árvore ....Uma árvore diferente de todas as outras... Uma árvore de frutos ... com brilho especial....

Uma aávore de frutos imensos.... Frutos que se colhem para dar... e que quanto mais se dá... mais se tem....

Uma árvore que nasce na semente do amor... e que germina na seiva da vida plena....

Aprendi que.....

..........encontrei a árvore quando consegui sair de mim próprio.... e fui de encontro aos outros seres humanos....

Saindo de mim próprio, deixei para trás o Ego....

Encontrei-me de mãos dadas com a palavra Dar... Dar aos outros, ter a capacidade de entrega....

Entendi a palavra Dar... ao percorrer o círculo do amor...

Entendi a palavra amor, ao desprender-me de mim próprio....

Ao sair da Floresta, percebi que o encontro com a árvore da generosidade não foi por acaso....

............e percebi que ao colhermos os frutos dessa árvore, recebemos uma luz imensa....uma corrente contínua de paz e bem estar interior....

 

13-11-2008

O elo mágico ...

Uma Rosa e...... um perfume....

Caminhos diferentes..... Sentidos diferentes....... Existências e realidades que se entrecruzam esporadicamente..... Mas não se vêem........

Até um dia...em que..........

O Sol brilhe fulgurante... o Luar fascine... e aconteça o Eclipse.

................ Porque tinham que se conhecer.... porque encaixam na perfeição.... porque um é o prolongamento do outro... porque são elos dum círculo único do amor....

Nesse dia.... nasceu o elo mágico.... O círculo único do amor.....

.......... Amor que difunde encantamento ao redor....

 .......... Os dois existiam separadamente.... mas algo lhes faltava....era a magia...

Porque o homem se constrói na relação interpessoal....

Porque o homem encontra a felicidade no caminho de relações interpessoais....

Os dois, a rosa e o perfume criaram magia.... Um toque mágico e entraram no mundo mágico.... um mundo para lá do visível.... A nuvem do amor que se transformou em vendaval de amor....

Um absorveu o outro..... e da simbiose nasceu..... um elo mágico....

A magia de uma vida encantada..... em cada gesto, em cada atitude... em cada passo da caminhada....

O elo mágico é um círculo único do amor, que gira sem cessar, em cada momento, em cada situação.... num encontro... e que difunde um perfume de amor para quem o encontra....

Fica sempre um perfume de amor...a quem vê um círculo único do amor...

 

04-11-2008

A chave do futuro ...

Encontrei uma chave......

Perdida num emaranhado das próprias palavras, ideias e sentimentos....

Um deserto de areia escaldante entre grãos de areia e salpicos de emoções....

Na chave encontrei....um olhar centrado em ti... envolvido em ti....entrando em ti.... Um olhar imenso.... ardente.... Um olhar louco de amor e desejo.... Um olhar teu....

Luzes de magia....

O teu olhar envolveu-me numa torrente de música, coração em teus dedos e o amor que preencheu os meus lábios....

Encontrei os teus dedos nos meus lábios....

Tocaram-me docemente.....

Senti o Tempo a fragmentar-se numa simples e breve carícia.....

Entre nuvens de esperança soltou-se....a música no teu olhar......

Saltitei Mundos e Vidas.....

O teu olhar deu-me a chave do futuro......................

............................e abriu a porta do coração............

Onde está a chave do futuro?

 

30-10-2008

Caminhada ...

Encontrei-te na Noite, ao som de uma gota de chuva.......

Envolvida na neblina do sublime, decorei o teu olhar com o mais lindo brilho de Sol.......

Envolvi-te na nuvem do amor e abracei-te meigamente....

Encontrei-te no amor, docemente com o olhar intemporal da beleza de uma Noite de Luar.....

Eras tu que brilhavas subtilmente em toda a caminhada.........

Eras tu que acariciavas os olhares perdidos e as duvidas e indecisões.....

Eras tu que aquecias os corações perdidos na tristeza e solidão.........

Aprendi a sorrir ao teu brilho...a cada passo da caminhada.......

Toquei-te com o calor de uma chama tornada luz...e nasceu a melodia " Estrelinha de Luz".

Encontrei a chave para o futuro, vivendo o presente dentro de ti........

Aprendi a tocar-te e a amar-te....e nasceu música..........

Nota após nota saltámos degraus e voámos para a eternidade........

 

30-10-2008

Melodia de amor ... num dia de Outono

Um bosque!...Uma Floresta!....Arvores dormindo ao sabor do Outono!..Folhas de cores verdes. Folhas de cores castanhas. Folhas amarelas..........

Um raio de Sol a iluminar a vida!....Um raio de luz a esvoaçar por entre as folhas das árvores.

A tua mão tocou a minha...e caminhámos.........

A música irrompeu suavemente...a brisa....O Sol...O movimento...O vento....

Um piano a tocar algures....

Adormecemos nas teclas do caminho....Brincámos no olhar....divertimo-nos nos gestos...e tocámos as mãos....

Trocámos de coração…perdidos na Floresta...

O teu calor transformou-me em paixão....

Um amor!...Um brilho de Sol!...Um vento a pairar...e eu perdido no teu olhar....

Que bom que é saber que o SOl está lá.....Que o Sol estará sempre presente quando precisamos dele.....

Perante o resplendor do Sol....esfumou-se lentamente o EU....

O Tu absorveu completamente o Eu na dança da envolvência....abrindo decididamente as portas da intimidade....Os dois corpos foram arrastados pela torrente do amor....

Continuámos a caminhar....

Lado a lado...sempre fixos no olhar e corações a dançar...

Perdido em ti...toquei novamente o teu corpo e senti uma chama a queimar....

Envolvido na fantasia e imaginação...dancei para ti...e ouvi o meu coração a gritar de paixão...

Sentados a beira de uma árvore imensa, por uma cor, por um calor, por um amor,....as folhas cantaram a mais linda melodia de amar...

Deslizei os meus dedos no teu cabelo a esvoaçar...e naveguei pelas ondas de uma canção...

Por uma vez...estremeci de felicidade, quando o teu corpo tocou o meu....

Por uma vez apenas, senti os teus lábios nos meus...e perdemo-nos no emaranhado das árvores e folhas....

De mãos dadas criámos musica, despertámos vida, criámos sonhos...e descansámos em sintonia....

Perdi-me no teu coração....porque é tão densa a floresta de emoções....

Por entre as árvores encantadas, empreendemos o longo caminho do Amor, em direcção ao SOL ......................

Acordei.....

Sonhei ou é realidade?....

 

23-10-2008

O lago da tranquilidade ...

No lago da Tranquilidade, um barco a remos desliza suavemente nas águas profundas da emoção.

Eu e Tu....O meu olhar encontra o teu....nasceu fogo, nasceu paixão... suavemente nas margens do vulcão....Os meus olhos fixos e perdidos nos teus.........

As teclas do piano irrompem meigamente no silêncio das águas do lago. Uma após outra, as notas de música entram no nosso olhar, preenchem o coração e embalam o  amor... Um brilho de Sol nas faces tímidas...

A melodia surgiu do nada, docemente, num abraço, num toque, num simples afecto.....

O barco a remos que deliza suavemente....e a Natureza envolvente............

Num olhar sereno e tranquilo, o meu olhar uniu-se ao teu....Águas ardentes e vibrantes num lago tranquilo........

Um barco a navegar...e um olhar que se funde no coração de alguém que aprendeu a amar.......

Soltam-se amarras, derrubam-se muralhas, venceu-se o medo... desnudámos o coração... apenas e só... num simples olhar... Olhos meus nos teus....

Um barco a deslizar... Dois corpos a amar intensamente.........

Um lago tranquilo e sereno... Paz interior. Paz de vida...

Um barco que desaparece..O Eu e o Tu....

Apenas e só...um lago tranquilo, sereno e calmo....para lá do amor..............

Além, além.....Duas aves a voar, lado a lado, rumo ao horizonte e ao Pôr-do-Sol...

Uma melodia que continua a tocar.... nas teclas do piano da vida.............

 

21-10-2008

O menino que queria vencer ...

Era uma vez um menino...que vivia no lago do desejo.........Queria vencer...queria fazer algo diferent..Queria ser diferente........

Diariamente, se embalava no vento e voava  pelas ondas do quotidiano......... Brincava entre os sonhos..e deliciava-se na própria sombra...e por fim vencia!....Tornava-se diferente!...

Mas depois...acordava!

E a realidade envolvia-se dura e friamente com os comentários, os julgamentos e as atitudes dos outros....

Mas ele queria ser diferente..Queria entrar nele próprio e vencer..........Queria vencer o seu interior e realizar-se...

Ao som da musica, saltitava nas palavras e voava nas emoções...

Cresceu!..Aprendeu a ver o Mundo e as pessoas....

Mas........o seu sonho estava lá....Cresceu, mas não envelheceu..porque sonhava e vivia no sonho..............

Mas a realidade...era incontornável.......

A realidade e os medos demoviam-no..............

Sentia ecos ao longe/ ao perto... numa dimensão multiespacial... a dizer:

- Não vás conseguir!

Mas...ele queria...ele desejava...ele sonhava!

E o tempo envolveu-o em passos largos...

Um dia... despertou e quis mais!

Resolveu aconselhar-se com ... o Rei Sol! Percorreu quilómetros e quilómetros de amarguras, tentações e contrariedades... Por fim, encontrou o Rei Sol e perguntou:

- Como poderei vencer?

Como poderei ser um compositor...apesar de não saber tocar....?

E o Rei Sol respondeu:

- Tu tens tudo para vencer.. Tens uma luz dentro de ti... Precisas apenas de caminhar no amor e aproveitar o vulcão do entusiamo que possuis................

Vai, entusiasma-te com a luz que tens dentro de ti, persiste e tem paciência... sem nunca deixar de caminhar no amor......

E assim foi...

O tempo passou...e o menino tornou-se no melhor compositor romântico.

Ainda hoje se entusiasma, como uma criança, quando está a compor uma nova melodia

Definitivamente........para vencer há que criar o vulcão do entusiamo.... e não o deixar extinguir........

 

09-10-2008

Acordámos!! E agora?...

Este é claramente o momento mais decisivo em termos de evolução espiritual ou seja, em termos de evolução como ser humano....

É dificil acordar! ...A grande maioria dos seres humanos encontra-se adormecido.....Não percebe minimamente qual é a função do ser humano, porque estamos aqui...e qual é concretamente a nossa missão na vida. Em suma, o que somos e para onde vamos?...

Portanto, para a maioria das pessoas, é mais fácil encontrar-se imerso no mar da infelicidade, seguir velhas crenças, superstições, velhas maneiras de pensar...velhos hábitos....velhas atitudes....velhos e muitos medos..........Estes factores levam apenas á frustração de uma vida por viver.....

Mas..............há um grupo cada vez mais significativo de pessoas que........., por sofrimento, sabedoria....ou apenas por um forte descontentamento pessoal...acordam!!!

E depois de acordar....há uma luz imensa...! Há claramente a percepção de que há outro caminho..............

São então definidos dois caminhos, um caminho colocado pela Sociedade, eivado de instintos e impulsos...em que o pensamento está corrompido por crenças, superstições e medos...E depois há o outro caminho...o caminho da paz, do amor, da entrega e ajuda ao próximo, onde se vislumbra o ser humano a evoluir por fases...rumo à iluminação....

Mas não basta acordar! Acordar é perceber que há outro caminho! Mas, o passo a seguir...é o mais difícil!!!!

A grande maioria das pessoas que acordam para a verdadeira realidade ficam aqui....não evoluem mais! Porque percebem e entendem a teoria... mas não conseguem passar á prática...Basta uma pequena provocação... e reagem logo impulsivamente e agressivamente, como se estivessem apenas adormecidos....

Entendem a lógica e a necessidade de evoluir..... a qual passa necessariamente pela colocação em prática da inteligência emocional....

Importa perceber que a evolução não é só teoria...é prática!!! A teoria está imersa na própria prática...A bondade, a generosidade, a tolerância, a humildade...não é só teoria...É, acima de tudo, a prática diária...Em suma, será o colocar o exterior ao serviço do interior, na prática do bem.........

Evoluir é estender a humildade, o amor e a ajuda ao próximo no caminho que percorremos.......

Evoluir é deixar o perfume da sabedoria a cada passo que damos.........

Evoluir é saber sorrir á beleza da vida............

 

07-10-2008

Quando o Tempo nos acorda e/ou recorda................

Era uma vez o Jovem Ideias, que vivia no vento....Perspectivas rebeldes. Um Mundo inteiro no horizonte. Sonhos de Vida no Amor.............

Era uma vez ...um Jovem que se questionava sobre o porquê de existir tanta maldade no Mundo..e que também  se questionava sobre que resposta dar a essa mesma maldade e á critica maléfica quando estas lhe atravessam o caminho....

Era uma vez um Jovem que resolveu caminhar no caminho do Bem....Aprendeu a amar, a dar amor e a ajudar os outros....

Com tanto desamor no Mundo, tanto egoísmo, tanta superficialidade, o Jovem questionava-se sobre o que fazer para que as pessoas acordassem para a realidade....

A vida não é..olho por olho, dente por dente...O caminho da Felicidade faz-se com paz de espírito e tranquilidade . O caminho do Bem ...não é combatendo e respondendo impulsivamente ao Mal...

O Jovem Ideias entendeu que a vida era algo mais....do que o básico...

O Jovem andava intrigado! E interrogava-se variadíssimas vezes:

- Será que eu estou no caminho certo?

E isto porque...olhava para o lado..e via que as pessoas que praticavam  o mal..andavam sorridentes e aparentemente alegres....

Algo estava errado nesta realidade.............

Interrogava-se sobre o Mal e sobre o Bem............

Um dia..partiu...á procura de respostas...

Atravessou vales de oportunidades e montanhas de obstáculos....

Determinado e persistente...nada o demoveu..até que, finalmente, atingiu o cume mais alto da vida...Era aí que vivia o Professor Tempo!

O Jovem Ideias expôs as suas dúvidas e as suas interrogações. O Professor Tempo ouviu-o demoradamente....

No final, o Professor Tempo explicou:

- Eu curo as feridas emocionais...Eu tiro dúvidas...Eu faço a verdade aparecer....Mas.....eu faço também com que as pessoas venham a reconhecer que erraram....e aí, ás vezes, é demasiado tarde......

E continuou:

- Existem dois Professores na vida : Eu e o Professor Sofrimento....

Nós ensinamos a lei da vida ás pessoas....Nós damos as verdadeiras lições de vida ás pessoas....Mas..infelizmente, a maioria das vezes, nem aí acordam para a realidade....e a vida deles torna-se uma autêntica desilusão e frustração...

E concluiu:

- Quem pratica o Bem...faz com que a sua vida flua...torna o caminho directo para a plenitude...embora não isento de obstáculos e complicações....mas sentirá sempre o amor....nas palavras e no coração.... Por outro lado, quem pratica maldades e/ou diz mal de alguém...inevitavelmente atrairá o mal para si próprio....Logo, a vida delas  será uma desilusão...e, mais tarde ou mais cedo, as lágrimas serão a sua permanente companhia...

O Jovem Ideias.....sorriu então, e pensou:

- Eu estou no caminho do Bem...eu estou no caminho certo....O professor Tempo tem sempre razão......................

E partiu novamente, para o vento............

 

10-09-2008

E quando a escuridão encontra a luz ...

Altiva, imponente...a Dona escuridão caminhava alegremente pelos caminhos da desilusão, da tristeza  e do medo.....

Onde chegava...as pessoas eram invadidas imediatamente por um sentimento de tristeza....Nessas pessoas rapidamente a alegria se esfumava  num ápice......Indiferente a tudo,   a Dona escuridão, imponente e má, amedrontava tudo e todos. Sorria das maldades que fazia...Por onde caminhava, espalhava tristeza e desânimo...

A Dona escuridão encerrava em si mesmo o medo...E era o medo a emoção que provocava nas pessoas...sempre que aparecia...Vivia do medo e para o medo em geral.....

Mas......um dia......encontrou alguém muito forte e deslumbrante....a Dona Luz!...que vivia alegremente, encantada e a espalhar alegria, boa vontade e felicidade.....

A Dona Luz vivia do amor e para o amor...Por onde andava, encantava simplesmente...e fazia sorrir os corações mais solitários....

E quando a Dona escuridão encontrou a Dona luz...rapidamente se abriu...a porta mágica da emoção....

...........E a Dona escuridão, que vivia e se alimentava do medo, apercebeu-se que a Dona luz, a qual vivia e irradiava amor, era mais forte e poderosa... Percebeu que a luz era mais importante do que ela...De facto, só a luz conseguia penetrar nos corações de felicidade....

Então a Dona escuridão fugiu para as grutas da emoção e os recantos mais solitários...Alojou-se igualmente nos corações desiludidos...

E a Dona luz pôde espalhar alegria e felicidade pelo Mundo....

Ao longe, ao perto....o vento que sibila:

- O amor vence sempre.............................

 

04-09-2008

O homem que comprava pensamentos positivos e balões de esperança ...

........Era uma vez um Mundo em que as pessoas eram optimistas, tinham pensamentos positivos.............tinham alegria de viver e eram felizes.......

A vida, para eles, sorria a cada canto...........O Sol iluminava a vida dos caminhantes....

As luzes irrompiam cintilantes esperanças.........

E a escuridão, que não encontrava companhia, refugiou-se na gruta do isolamento distante.......

Mas.......um dia, apareceu na cidade, um homem sisudo a de tom sombrio...a comprar pacotes de pensamentos positivos e balões de esperança........

........E os habitantes, que tinham felicidade no seu mundo, começaram a ser aliciados pelo lucro e não hesitaram em vender os seus pensamentos positivos e balões de esperança...Por pouco ou por muito, pensaram que já não precisavam deles e que podiam perfeitamente dispensá-los....

Afinal eram felizes!..........E pensavam que uma parte não dissipa o todo........

Todos os habitantes da cidade acabaram por vender os seus pensamentos positivos e os balões de esperança...

E...quando o comprador desapareceu....a maior parte da luz começou a extinguir-se.....e a escuridão pode afinal sair da sua gruta do isolamento para invadir vários recantos da cidade...

Os habitantes.......perceberam então que a felicidade é um todo....e que o todo, para ser completo, necessita de todos os seus componentes....

Era uma vez um Mundo, certamente............

 

03-09-2008

O vale do silêncio ...

Por entre montanhas de obstáculos, sofrimento e preocupações, o Pensador encontrou o vale do Silêncio.....mágico, sublime, tranquilo e sereno........

Erguendo-se no patamar da meditação...o Pensador manteve-se sempre concentrado na verdade e nos valores......

Aí, apercebeu-se que a intensidade da chuva fustigava um aquecimento difuso, provocado pelos pensamentos negativos..........

Perdida a Terra...perdido o Mundo....no vale do Silêncio, as arvores do sentimento eram cultivadas num espaço valioso...

Mais importante do que nunca, o Pensador compreendeu o controle dos pensamentos no oceano da nossa vida e na desertificação das ideias e dos valores....

As montanhas estavam devastadas pelos efeitos do ser humano no significado do próprio ser humano....

Face ao esgotamento do ser humano, surgiu a necessidade do vale do Silêncio....

E o vale do Silêncio surgiu...como um local onde a vida fluía...como um esvaziamento do próprio ser humano.......No fundo, irrompeu como um desejo do coração na majestade e na fragilidade do próprio sentimento..............

A melhor oportunidade é sempre o momento presente.......

No vale do silêncio cresceu uma paz interior, numa corrente de valores, por entre as lamas do desejo................

O Pensador entrou no vale do Silêncio....cresceu na meditação.....e acordou num ser de bem........

 

28-08-2008

O grãozinho de areia…que não sabia sorrir....

Era uma vez um grãozinho de areia…que não sabia sorrir....

Vivia no Areal. A sua vida era brincar com o vento e baloiçava-se nos raios de Sol.

Era apenas um grãozinho de areia, igual a tantos outros....

Uma vida monótona…

Mas...no dia a dia, percebeu que, em cada acto que fazia, a sua direcção mudava....

Um dia escolhia ir até ao oásis, junto ás arvores...e ia. Outro dia, optava por ir à praia e baloiçar nas ondas do mar....

Aprendeu que as escolhas determinavam o seu próprio caminho, a maneira como caminhava e vivia....e o seu destino.

Um dia, porém, decidiu fazer uma escolha...com risco! Decidiu voar nas asas do vento até ao interior de um Castelo.

Junto ás muralhas encontrou pedras. Imensas pedras e enormes. Obstáculos. Mas apenas e só obstáculos....

Mas soube esperar...pacientemente.....

Não desistiu!

A força de vontade instigava-o! A persistência mantinha-o com uma energia imensa. E a determinação impulsionava-o a encontrar alternativas...

Tentou encontrar soluções....

Um dia sentiu o frio do desânimo...mas rapidamente acordou...e continuou a acreditar que era possível...

Um outro dia, sentiu uma luz intensa  a afastar a escuridão....

Apaixonou-se pela Lua! E uma luz fulgurante surgiu. Uma alegria apareceu. E as portas das muralhas abriram-se ao amor....

O amor deixou-o entrar no interior. As muralhas cederam...

Ao entrar no castelo...sentiu-se a voar...e a crescer.....

O grãozinho de areia cresceu no amor e pelo amor...e um belo dia sorriu.....

O grãozinho de areia aprendeu a sorrir....crescendo na luz do amor....

E a Lua...apaixonou-se pelo grãozinho de areia…e pelo seu sorriso cativante....Viveram o amor! E nasceu o Luar...............

Ainda hoje...sempre que se vive e sente o amor....surge o luar...a lembrar que, para quem acredita e aprende a amar, tudo é possível..............

 

16-08-2008

Perceber a diferença entre o EU horizontal e o EU vertical....

Na escalada da vida, somos confrontados inúmeras vezes com uma dimensão que ultrapassa os aspectos terrenos. Queremos sentir mais. Queremos ver mais. Queremos aspirar a mais...

Confrontados com o sofrimento e com o inevitável....suspiramos e pedimos mais....

A dimensão horizontal está limitada pelo real, pelo materialismo, pela superficialidade. Não dá respostas. Está limitada pela sua própria dimensão.....No entanto, o real está além do visível. Muito além do visível....

A espiritualidade cresce verticalmente pela ausência de respostas da horizontalidade. Quanto mais o Homem mergulha nas profundezas da mente e da vida, mais se insatisfaz com a superficialidade do ser humano. Esta apenas o satisfaz temporariamente. Depois fica sempre o vazio e a necessidade de crescer verticalmente, em direcção a um objectivo da vida, a uma compreensão mais acurada da realidade.

Por outro lado, quanto mais o ser humano mergulha no Amor, mais sente a necessidade de crescer verticalmente para uma dimensão superior.

O amor incondicional surge perante a ausência de respostas e de satisfação da realidade terrena. De facto, o amor e a inteligência obriga ou dá a necessidade ao ser humano de crescer, não horizontalmente, mas verticalmente, em direcção a algo mais....

Para crescer espiritualmente é necessário esvaziar o Eu horizontal. O Eu horizontal manifesta-se numa trilogia de desejo, apegos e aversão. Para se crescer espiritualmente...para se crescer verticalmente...é necessário esvaziar o Eu horizontal numa primeira fase. Só assim é possível crescer mais....

As amarras do Eu horizontal são fortes. Têm a propriedade dupla de ser intrínsecos ao ser humano e por outro lado também ensinadas e impostas pela Sociedade.

Libertar essas amarras (desejo, apego e aversão) é uma tarefa árdua...mas porém necessária se quisermos crescer verticalmente.............

 

14-08-2008

Autoconhecimento ...

Noite escura. Noite longa.

Sono que se consome...na viagem da própria vida......

Um luar que canta...uma luz que vibra...uma ave que dorme o sono da incerteza.........

Uma luz que não pára de dançar...o vento que não termina de brilhar........

Mas...uma luz brilha...........

Cintila pouco....mas é!

Uma luz que brilha na escuridão.....

Duas perguntas ecoam na vastidão......................

-Quem sou eu? Para onde vou?

As duas imagens que procuram respostas na imensidão do acordar........

Pedras que se soltam na escalada da vida..........

Pedras que rebolam, que nos tocam...e quase nos fazem cair............

Tantas pedras...tantos obstáculos....

Por vezes...apetece desistir........

Mas....desistir. Nunca! Nunca devemos desistir!!!!!

A vida continua!

Mas queremos mais!...Muito mais!....

.........E as duas perguntas que ecoam...a cada momento...em cada dia que passa.........

Ao longe...ao perto....

-Quem sou eu? Para onde vou?

O eco não tem respostas................

Silêncio abrasador........

Acordei........

Realidade!...Uma brisa ligeira!

É a viagem do Eu...........

É o início de uma viagem ao interior de nós mesmos.....................

 

03-08-2008

O Rio do Coração ...

Intrépido, forte, rebelde e aventureiro, o jovem Vento entrou no Deserto da Vida. Saltou as Dunas, rodopiou na areia e brincou.........

Mas....o Sol da Sociedade abrasador, a pouco e pouco, o sufocou.... Tornou-o rude, áspero e agreste. Enquanto mais penetrava na imensidão do Deserto da Vida, mais cortante se tornava...E o calor o abrasou............

Um dia, o jovem Vento encontrou um Oásis no Deserto da Vida. Era a Família. O oásis, como é natural, o encantava...Mas....o Deserto da Vida, envolvente, provocava-o e desafiava-o!....Queria mais da vida....Queria saber quem era......Queria saber o que fazia aqui.....Queria algo mais....

E, assim, voltou a enfrentar o Deserto da vida...Voltou a encontrar Oásis também, o Oásis da amizade, o Oásis da beleza da Natureza, o Oásis dos momentos felizes....

Mas...O Deserto  da Vida, incitava-o sempre a partir...A procurar algo mais....

E o Sol da Sociedade...que o abrasava mais e mais.....

Um dia, á noite, a Lua da Ilusão...cantou para ele:

- Procura a nascente da transformação! Procura a nascente da transformação!...E o Deserto da Vida não existirá mais....

O jovem Vento voltou a sibilar, a correr, a saltar Dunas e Dunas até que supôs ver a nascente da transformação...

A nascente da transformação estava ali à sua frente...e não a via....Estava perto dela...mas não a conseguia ver...

Então um letreiro surgiu na miragem. Dizia:

- Só podes ver a nascente da transformação...por 3 motivos: Ou sofrimento, ou amor, ou ambos!

Então, resolveu ir descansar num Oásis, que estava no Horizonte do Deserto...e adormeceu...

A noite ficou amena...Sem vento algum.......

Ao acordar, ouviu um barulho de água a correr…Correu para o local de onde vinha o barulho e encontrou....a mais linda Água de Amor!

Apaixonaram-se. Correram. Saltaram. Encantaram-se. Viveram o amor.....

Então, como que por encanto,  à sua frente surgiu a nascente da transformação..... Afinal era ela que alimentava a água do Amor....

O jovem Vento e a Água do amor, juntos, partilharam o amor....

Dessa união nasceu...o rio do coração....Um rio que nasce no coração, e que cresce a cada dia que passa....Estende os seus braços e leito pelo Deserto da Vida. Ajuda e dá amor... E tudo transforma em Jardim verdejante e alegre..... A vida voltou a ouvir-se. O SOl abrasador e a areia das Dunas...desapareceram, a pouco e pouco....

A vida tornou-se...a imagem da felicidade....desde que nasceu o rio do coração! A vida transformou-se....Pela atitude, pela força de vontade, pela entrega e dádiva aos outros, e sobretudo pelo amor....

Só o rio do coração consegue eliminar o Deserto da vida....

 

02-08-2008

Perceber a diferença entre o EU exterior e o EU interior........

Perceber a diferença entre o EU exterior (EGO) e o EU interior (núcleo onde está a nossa criança interior) é necessário.......eu diria mesmo!.....É fundamental fazer essa clivagem.!.......

O EU  exterior é criado pela Sociedade....está eivado de vícios, atitudes erradas....tem a ver com a opinião dos outros sobre nós.........É ele mesmo...o EGO!...

Mas....o Ego limita-nos!....Intrinsecamente, contém as crenças, os preconceitos, as regras instituídas e limitantes...É, basicamente, o sinal vermelho que se nos coloca constantemente...Não deves fazer isto! Não deves fazer aquilo!....Ou então, deves fazer isto…ou deves fazer aquilo!

O EGO impede-nos de absorver livremente a brisa do vento do Tempo.........de apreciar, de maneira pura e simples, aquilo que nos é dado ou apresentado...O EGO julga, condena...O EGO impede-nos de ser livres......

O EU interior tem a ver com o nosso verdadeiro EU....o EU autêntico...O EU puro, simples e humilde.....

O EU interior contém a nossa criança interior...É um EU de simplicidade....que brinca, salta, que não julga, nem condena....Pensa por nós, vive livremente por nós...e dança ao sabor do Tempo e de verdade....e que corre alegremente pelo caminho que escolhemos.....

Saber fazer a clivagem entre o Eu exterior e o EU interior...é determinante na atitude perante a vida! Permite sentir a frescura do aqui e agora; permite sentir o valor verdadeiro do momento; permite viver intensamente cada momento...sem os limites disto, sem os limites daquilo, sem a pressão da Sociedade........

Saber encontrar o EU interior a viver cada vez mais........Saber libertar o EU interior, saber voltar a viver a criança interior, que existe dentro de nós!....

Ou seja, se permitirmos que as nossas escolhas e opções sejam feitas pelo EU exterior, estaremos a permitir que os outros vivam a nossa vida, que não sejamos perfeitamente livres na nossa atitude perante a vida!.............

 

16-07-2008

Os Mistérios de Um Olhar

Olhei para ti e não vi, mas vi!.....O que vi, não sei, mas senti!........Senti o movimento do teu coração. Senti o meu calor unido ao teu, numa dança intemporal. Uma viagem sem dimensão espacial e temporal.

Foi um segundo. Foi um instante. Foi um movimento. Foi uma vida.

Não sei o que passou por mim...mas passou rapidamente! Não sei o que passou por mim...mas captou-me totalmente a atenção!...

O vento que sopra forte e intenso...o levou.....

Saltou...conquistou...seduziu...desafiou.........

Foi um brilho...Foi uma luz!...Foi o amor que cresceu e aprendeu a voar........

Movimentos de vida, movimentos do tempo...........

Um simples olhar, meu no teu, cruzamento de luzes cintilantes...Vida que continua......

Para lá do horizonte...caminhamos lado a lado, olhares meigos, carinhosos e doces....Olhares que se movimentam, que não param............

Olhares que falam no silêncio! Olhares que dizem tanto!..Olhares que dizem tudo!..Perceber o desejo do outro olhar...a sua expressão....a sua dor...o seu amor!.....

E a vida que se perde no olhar....

Olhar, mas não ver...a beleza da Natureza, a beleza dos pequenos gestos, a beleza das pessoas....

Não saber apreciar o que de bom se nos é oferecido num olhar! Não saber ver a beleza do interior!

Olhar para a beleza e não ver!..Olhar para a vida e nada ver! Olhar para a felicidade e não ver!

Saber olhar é amar! Saber olhar...é compreender!

A dimensão de um olhar é total! É olhar e ver! Compreender e amar! Saber ver! Ver as cores e emoções num simples olhar!

A dimensão de um olhar encontrou-nos! Na dimensão de um simples olhar, percebemos...que éramos nós! O Eu que encontra o Tu!

Um olhar pode dizer tanto!...Até existe a psicologia do olhar! E pode também não dizer nada...se olharmos...sem ver! Se olharmos só por olhar!

Perceber o olhar! Perceber a emoção que o olho encerra! Perceber o olhar...é perceber a vida! O Olhar como espelho da alma! Penetrar o olhar! Entrar no interior, percorrer o coração e a mente!

A expressão do corpo no olhar..........................

 

06-07-2008

Compreensão...e não acusação!

Porque conviver é difícil! Porque viver a dois é difícil! Porque queremos impor sempre a nossa verdade! Porque queremos ter sempre razão!

Em qualquer situação de relações interpessoais, seja de cariz pessoal, familiar ou profissional...a via mais fácil, em situações de dificuldade ou ruptura, é a acusação.........a critica mordaz....ou a ironia....

Porque é mais fácil criticar e acusar! Porque é mais fácil querer impor a nossa verdade!

Mas através da acusação e crítica irónica...nenhum conflito ou desavença se resolveu! Pelo contrário!

Quando é que as pessoas aprendem, que através da acusação...nunca se resolveu nada?

Quando é que as pessoas aprendem que através da acusação...só aumentam mais os atritos e as dificuldades?

Definitivamente....as acusações....nunca levaram à solução! Só agravaram ainda mais!

Então porque razão, em situações de conflito.....resolvemos acusar, acusar, acusar...?

Porque não a compreensão?

Cada pessoa é um ser único....é um ser próprio com os seus pensamentos, sentimentos e contexto. E esse contexto é resultado das circunstâncias, da educação e da Sociedade. Portanto, em determinada acção ou atitude, essa pessoa é diferente. Reage diferente. Vive a realidade diferente.

É preciso perceber que há um conjunto de circunstâncias que determinam a sua reacção!

É preciso perceber que reagem assim nesse contexto em que estão inseridas!

E, além disso, podem errar! E, se errarem, são os seus erros...que são oportunidade para crescer e evoluir!

Porquê acusar? Porquê não compreender?

Onde está o amor afinal para perdoarmos os outros?

Onde está a tolerância, o ser solidário, que são elementos desse amor?

Porque não dialogar e compreender?

Porquê julgarmos e acusarmos?

Para onde queremos caminhar afinal?

A vida, quando pensarmos bem, escoa-se entre os dedos rapidamente!

Porque não tentar ser feliz neste pedacinho de vida que nós temos?

Afinal viver é fácil....nós é que complicamos!.......Afinal o Ego e o orgulho andam sempre por aí.....para que não sejamos felizes............

 

20-06-2008

Estar só...ou sentir a solidão...........

Estar só...ter momentos a sós...faz parte do trabalho interior...é parte do processo de encontro com o EU interior...é o local onde encontramos a maioria das respostas que procuramos....

Saber estar só...é essencial! Estar só...é efectuar o processo introspectivo....reconhecer erros e tentar melhorar...é um processo de limpeza e filtração...

A diferença entre estar só e sentir solidão é, basicamente, uma atitude de baixa de autoestima. Só sente a solidão...quem não gosta de si próprio, quem só vê defeitos em si mesmo, quem não gosta de estar acompanhado por si...

Afinal...quem não gosta de estar consigo próprio....como poderá esperar que alguém goste da sua companhia?

Quem não gosta de si próprio...sente um vazio imenso dentro de si...que tem que ser preenchido...nem que seja pelas pessoas da rua, do café...alguém que olhe e fale para nós...ou então...entrar na espiral das compras...para compensar esse vazio....Não importa como, nem porquê....mas são pessoas que não gostam de estar sozinhas...porque afinal existe uma enorme solidão dentro delas próprias...

A solidão não é mais do que...medo de estar sozinhos....medo de estar com eles próprios, e com as suas fraquezas....medos, medos, medos...

A solidão é fugirmos de nós próprios, da nossa própria verdade...e procurarmos desesperadamente refúgio nos outros...A solidão é não fazermos o trabalho interior...a solidão é não nos aceitarmos como somos....

A solidão é, sempre, sermos egoístas...

Há tanto trabalho a fazer no Mundo...Há tanto amor para dar...Há tanta gente a precisar de ajuda....

Porque pensamos só em nós...ficamos sós!!! Porque, basicamente, só pensamos em nós...acabamos por sentir solidão...

Quem dá amor, quem pensa nos outros, quem ajuda os outros, quem cultiva a compreensão, a tolerância, a paciência, a solidariedade...nunca está só!

Nunca se está só...quando se ama, não só a nós próprios, como aos outros.....Nunca se sente a solidão...quando se vive no e o amor...

No entanto, a maioria das pessoas continua a pensar errado:.............. Coitado (a) de mim! Estou só! Sinto tanta solidão!...........Lamentações  e mais lamentações.....Lamentar não resolve nada, nem dá as soluções....

Nunca se está só...quando se ama! Nunca se está só.......quando se vive o e no amor!

A solução está na luta!............. Lute por ser feliz!.................... Lute pela felicidade!

E ame....a si e aos outros............O único caminho é...O AMOR!

E...........nunca sentirá SOLIDÃO, mesmo estando só!..............

 

 

14-06-2008

Os Bloqueios que nós criamos.....

O corpo físico tem uma existência real, mas não como o vemos ou como o interpretamos.

O corpo é "apenas" um canal colocado num tempo determinado. É apenas um canal de transmissão e de circulação. Existem informações, objectivos e oportunidades que nos são veiculadas...e que nós retemos...ou deixamos fluir.

Nós somos apenas, enquanto corpo físico, um canal que permite um fluxo de energia e/ou de luz. A capacidade que a luz tem de nos atravessar, está dependente dos bloqueios que possamos efectuar a esse mesmo fluxo de energia e/ou luz.

O nosso corpo mental e espiritual, permite o movimento de fluxo energético no corpo físico.

Ou seja, a nossa evolução espiritual estará dependente única e exclusivamente da capacidade que o nosso corpo mental e espiritual tem de permitir o movimento do fluxo energético.

Parece complicado, mas não é....

Evolução espiritual é, basicamente, a evolução como ser humano. Perceber o porquê da vida, a missão que temos e qual é o objectivo da nossa existência. Estamos cá por algum motivo certamente.

A mente são os nossos pensamentos. A capacidade que temos de decidir e optar... A capacidade de nos relacionarmos...a capacidade de amar.

A nossa mente estará assim a condicionar, através dos pensamentos, todo o fluxo de energia/luz que passa por nós...A maneira como esse fluxo energético(felicidade) se movimenta e processa em nós..será a razão para nos sentirmos bem interiormente...

Por outras palavras, o nosso bem estar interior e, mais concretamente, a nossa felicidade estará na razão directa desse fluxo de energia/luz que nos atravessa...

E onde é que nós intervimos? Porque é que somos diferentes? Porque é que algumas pessoas evoluem e outras não?

A resposta está....no bloqueio (resistência) que colocamos a esse fluxo energia/luz.

Os bloqueios que colocamos são os medos, a culpa, o passado, os preconceitos, as crenças, etc., etc., etc....

Assim, há algo dentro de nós que nos impede de ser felizes....E, por incrível que pareça, continuamos a persistir nessa atitude, sem percebermos que estamos a impedir a felicidade...

Os bloqueios são tudo o que existe dentro de nós e que impede esse mesmo fluxo energético de circular por nós....Os bloqueios são criados por nós para impedir a felicidade...

A questão concreta então será:

- Porque razão não temos a capacidade de perceber quais são esses bloqueios? Porque razão permitimos que existam esses bloqueios (resistências) à felicidade?

 

09-06-2008

A menina que vivia na 21ª nuvem do amor.........

No País das árvores, as árvores não voavam....No país das aves, as aves não sorriam..... No país da vida, os corações não amavam...

Perdida no tempo...encontrámos uma menina...triste, desanimada e desalentada....Vivia no Mundo do não acreditar....

E assim vivia.....

Vivia apenas o momento do aqui e agora...Saltitava da árvore da esperança para a árvore da fé....e vice-versa...

Crescia ao vento das contrariedades...

Vivia nas cores dos sentimentos......

Dormia na neblina...

Ao nascer do Sol, acordava...e saltitava de pensamento em pensamento....

Olhava para o lado...e só via o que não queria ver...

Saltitava.....mas queria algo mais para si....

Saltitava de árvore em árvore, não como uma ave, mas como um pensamento...E, habitualmente, as árvores eram negativas....Saltitava de árvore negativa em árvore negativa...num emaranhado e enovelado de pensamentos...Afinal num círculo vicioso...que não deixa voar livremente...

Olhava para o lado e só sentia medo... Medo disto, medo daquilo...num caleidoscópio de emoções e sentimentos...As pessoas estavam aprisionadas nos seus próprios medos, crenças e preconceitos...E não voavam livremente, nunca experimentavam a sensação de voar livremente, ao sabor de si próprias...

Mas...ela, a menina, sentia que existia um outro Mundo...Um Mundo para lá do visível, um mundo para lá do que a Sociedade lhe impunha...

O Mundo não podia ser apenas limitado àquelas árvores e àquele cantinho que a Sociedade lhe impunha...

O Mundo não podia ser apenas aquele materialismo, aquela superficialidade....

E um belo dia...viu alguém...a voar livremente. Diferente. Alguém que sentia intensamente cada voo que fazia

E o amor aconteceu....

E a menina...que tinha apenas aquelas árvores da vida...cresceu..e evoluiu…como ser humano.

Aprendeu a voar e a sentir...aprendeu a viver...

Aprendeu a crescer....

E assim conheceu a 21ª nuvem do amor.........onde passou a viver.............

Um dia, quando lhe perguntaram qual era o melhor caminho para a 21ª nuvem do amor....respondeu apenas....:

- É o amor que nos une!

O amor é o único caminho....o caminho de todas as realizações...........

A 21ª nuvem do amor tornou-se assim a nuvem do Sol, dum céu imenso.............

 

15-05-2008

Ver a realidade, não como ela é, mas como gostaríamos que fosse....

Gostaríamos de ver a nossa realidade...Os nossos olhos e o nosso coração vivem a nossa realidade...que pensamos ser a verdadeira realidade... A Verdade!

Criamos assim a dicotomia ilusão-realidade!

Mas...somos aquilo que pensamos que somos! Mas, não é exactamente o que somos!

Pintamos a nossa vida!..... e interpretamo-la..como verdade!

Mas a verdade não a conhecemos realmente! Não concebemos a realidade para além daquilo que vemos ou daquilo que sentimos!...

As cores que colocamos no nosso olhar...não são as cores da realidade....ou seja, da verdadeira realidade! São apenas as cores da nossa própria realidade....

Então existe um desencontro entre a nossa realidade...e a verdadeira realidade!

E aqui...ou temos humildade ou somos arrogantes! Ou seja, ...ou assumimos que somos demasiadamente pequeninos para assumirmos ser os detentores da verdade...ou tornamo-nos arrogantes e presumidos em pensarmos que somos os detentores desse verdadeira realidade...

Nós, de facto, gostaríamos que a realidade...fosse feita à nossa imagem e semelhança…Seria, de facto, o nosso próprio paraíso...

Mas, a realidade....é ela própria...e não como gostaríamos que fosse!!

O desencontro entre o que gostaríamos que fosse...e a verdadeira realidade...leva a que surjam expectativas frustradas, desilusões, tristezas e desencantos pela vida e pelos outros...

Porque a maneira como vemos a vida...também se manifesta em relação aos outros seres humanos... gostaríamos que fossem diferentes...que fossem o que gostaríamos que fossem...

Mas eles são apenas eles próprios....Ou seja, pensarmos que os outros terão que se encaixar nos nossos pensamentos e ideais....e na nossa própria realidade...é pura utopia...

É pura desilusão......

 

08-05-2008

Quando te lembrares de mim...pisca o olho ao SOL....

Era uma vez....alguém que vivia à procura do SOL...Queria sentir...luz!...Ser a própria luz! Queria deixar de ser...uma sombra apenas! Acreditava que havia o Sol...

Procurou, procurou.....

Tentou entrar no olhar...viver na emoção......e despertar no sorriso.....

Procurou no sucesso....procurou na fama....na própria vitória....e no dinheiro....e não encontrou!....

O Sol deveria existir para lá do horizonte...no próprio ser - pensou!!

O Sol deveria existir para lá da vida, na própria razão de viver...- pensou!!!

Tocou o coração...e sentiu um calor imenso!..Era o calor de uma luz!

Num relance...por breves momentos...sentiu e viu o Sol...

Ver o Sol, ainda que por breves momentos, é não desistir de acreditar!!!

Ver o Sol, ainda que por uns curtos instantes, é sentir que há uma razão para viver....

Acordar para o Sol...é despertar!

O Sol apareceu!..O Sol desapareceu! Breves instantes de uma vida! Longa vida num instante apenas!

Um toque...apenas!

O Sol...foi para outras paragens certamente! O Sol foi para outras vidas!...Outro alguém que precisa de ver o SOL para acordar!

Que engano desse alguém! Esse alguém deixou de ver o Sol…apenas e só...porque o Sol estava dentro dele próprio!!! Ele tinha o Sol no coração!

Outro alguém sussurrou:

- Quando te lembrares de mim.....pisca o olho ao Sol! Eu estarei dentro de ti!!!

 

24-04-2008

A pressão do Tempo...obriga as pessoas a errar.....

Definir o Tempo...é pura perda de tempo....

Porque...........

....o tempo é indefinível........

.....o Tempo somos nós!...

.....O Tempo é relativo......

.....o Tempo não existe....

.....O Tempo é a janela da própria vida!!....

Aprender a ver o Tempo, a sorrir ao tempo...Aprender a viver no próprio Tempo!...

O Tempo que, para muitas pessoas, tem significados diferentes...se vivemos num momento feliz, ou num momento infeliz...

O Tempo...Será que o Tempo é transversal...ou que o Tempo é vertical?

Viver o Tempo...viver no Tempo...ou ser vivido pelo próprio Tempo...e até mesmo desperdiçar a vida no Tempo.....

Afinal...o que é o Tempo?

No Tempo existe uma parte visível e uma parte invisível...

A parte visível do Tempo...essa existe em nós!

E essa....pressiona as pessoas!...

As pessoas são pressionadas  pelo Tempo...Tempo disto... Tempo daquilo....

O Tempo e a idade indissociáveis....Afinal o que é a idade...no próprio Tempo?

Mas....a parte visível do Tempo...existe!!!É sentida por nós! Vê-se no próprio crescimento...Vê-se no relógio...

A parte visível do Tempo...pressiona! E pode pressionar mais e mais! E nesta sucessão de pressões...as pessoas são levadas a essas pressões...

As pessoas muitas vezes erram na vida...apenas e só...porque são pressionadas pelo Tempo! Permitem que o Tempo entre nelas e as pressione!

E é no aspecto emocional que o Tempo mais pressiona...Daí que constantemente sejamos atingidos pelo binómio pressão-tempo e/ou paciência...

A Sociedade competitiva, a pressão familiar...são os catalisadores dessa mesma pressão do Tempo...

As pessoas sentem...que o Tempo se esgota...e erram! Não sabem esperar! Precipitam-se facilmente nas avaliações e acções que empreendem...

Quantas pessoas...não se precipitaram emocionalmente...apenas porque a pressão do Tempo existe nelas?

Na evolução espiritual como seres humanos...teremos que perceber que nós é que devemos controlar o Tempo...e não sermos controlados por ele....

E os aspectos emocionais então....nunca, mas nunca...deverão estar sujeitos à pressão do Tempo...ou sob a influência do Tempo....

 

 

17-04-2008

Saber esperar pela pessoa certa..........

Um belo dia....embarcámos na viagem de encontro à tal pessoa certa...a pessoa que nos completa…que nos compreende, que sente por nós....que adivinha os nossos pensamentos.....

Nesse dia...mergulhámos incansavelmente na vida...no momento presente, no aqui e agora...Nesse dia semeámos desejo em nós!...

Era a oportunidade única na vida...desfrutar o momento…desejar ardentemente....

Mergulhámos...Sem tempo para descansar...percorremos a primavera, o Verão, o Outono e o Inverno....num momento apenas!!!!

Às vezes percorremos caminhos imprevisíveis e desconcertantes...contemplamos a realidade...percorremos o tempo no silêncio....vivemos o olhar na ausência de movimento....

Decididamente....não sabemos nada da vida!!!

O dia em que os nossos corações dançaram de alegria e felicidade....Nesse dia percebemos que encontrámos a tal pessoa certa!!!!

A fantasia da vida vestiu-nos de amor....invadiu-nos, inundou-nos, envolveu-nos, embebeu-nos, embriagou-nos e enlouqueceu-nos de amor....

O dia e a noite…desapareceram....Semeámos amor em cada canto e em cada momento....

Um maremoto de beijos e abraços...envolveu-nos no silêncio....e o balancear dos corpos movimentou-nos na loucura do amor....

O desejo, imenso desejo, eterno desejo....iluminou as palavras paralisadas...no próprio silêncio do mar do amor...

A pressão do tempo, sem tempo...movimentou-se na ausência do movimento....e o tempo navegou apenas...

O amor eterno e inebriante...que liberta as amarras do medo...vive no interior da própria chama...

Responder ao amor...com o próprio amor...Aquecer o corpo na chama e luz ardente...

Afinal o amor intenso vive numa fonte inesgotável...

Um mosaico de cores no caleidoscópio da viagem ao interior da própria vida...

Um efeito explosivo,,,,num perfume que se prolonga pela vida inteira...

A partir desse momento tudo muda...e para sempre!!!!

A pressão do tempo...obriga as pessoas a errar.....

A pressão do amor verdadeiro....leva as pessoas a voar!!!

Existem pessoas certas....almas gémeas.......mas a precipitação, a ausência do saber esperar, a ausência do momento certo....faz com que nos desencontremos......E isso é passar ao lado da vida claramente...E há oportunidades únicas na vida.....

 

 

17-04-2008

Será que temos janelas suficientes...ou será que temos janelas demais?

Num equilíbrio bio-psico-social, estamos enovelados numa rede de opostos....dar e não dar!  mostrar sentimentos e emoções...ou não mostrar esses mesmos sentimentos....

O perigo de derrubar as nossas próprias muralhas, expondo o coração e as estruturas do nosso Eu interior.....

Será que construindo muralhas...somos mais fortes, mais resistentes...e com uma personalidade mais dura?

Expor as nossas qualidades e virtudes...mas, acima de tudo, expor os nossos defeitos.....

Expor esses defeitos fragiliza-nos ou fortalece-nos?

Por contraditório que seja, tornarmo-nos transparentes tem a vantagem de nos fortalecer...Talvez alguns pseudo amigos esvoacem…mas esses também não seriam certamente importantes na nossa caminhada...

Termos a capacidade de perceber e enfrentar as nossas qualidades  e defeitos...tornarmo-nos mais humildes...assumir a vida com mais simplicidade, coerência e equilíbrio....

Afinal nós não temos tantas janelas na nossa casa....essencialmente porque queremos esconder algo...essencialmente alguns defeitos....ou mesmo partes menos boas de nós mesmos....

Mas, pelo facto de querermos esconder algo da nossa casa interior.....isso acabará por tornar a nossa casa interior mais escura, ou seja, menos iluminada...Fingir o que não somos...ou medo de mostrar...o que somos!!!

A coragem de ser autêntico...a coragem de ser sincero....

Mas, existe uma razão do medo! A Sociedade é maldosa! Há pessoas más....

Há pessoas interessadas em nos destruir.....Há, claramente, e seríamos hipócritas em não perceber isso....

Há pois que atingir...um equilíbrio!...Se a nossa casa tiver só janelas, for completamente transparente...estaremos certamente fragilizados perante um temporal....ou poderemos ficar ofuscados pela luz intensa....

Por outro lado...se a nossa casa...não tiver janelas....viveremos numa escuridão interior avassaladora....

Em cada caso, em cada momento, perceber o equilíbrio entre os opostos....entre a sombra e a luz....

 

 

04-04-2008

Um dia o céu deixará de ser azul e o Sol deixará de brilhar....

Um dia o céu deixará de ser azul e o Sol deixará de brilhar.....Nesse dia perceberemos que só temos duas hipóteses nesta vida: ou entramos em desespero...ou temos esperança e acreditamos...

Quando as nuvens negras e densas desabarem sobre nós....perceberemos que somos pouco...muito pouco!

O orgulho, a vaidade, a arrogância...são apenas ilusões...são a realidade virtual do que na realidade não somos....

Construímos castelos de ilusões ao redor de nós e dentro de nós...Envolvidos pela neblina do medo.....e vivemos orgulhosamente na vã ilusão de que a verdade é intrínseca a nós próprios....

O céu não deixará de ser azul...mas nós não conseguiremos ver a sua verdadeira cor....

O Sol não deixará de brilhar...mas nós não teremos mais a capacidade de o ver ou sentir brilhar...

Então estaremos parados no nosso caminho....Olhando para as duas hipóteses: Desespero ou esperança....No desespero nunca retiraremos nada de positivo....é certamente tudo negativo...Da esperança, podemos sentir uma luz.....uma atitude...um modo de caminhar...

Quando o céu deixar de ser azul....porque não reflectir....parar..ouvir o Eu interior...ouvir o amor dentro do nosso coração...

Quando o céu deixar de ser azul...porque não acreditar, ter esperança....e ter paciência para voltarmos a ver o SOl...

 

20-03-2008

Caminhar pela estrada do Bem.....

Porque  só através do amor.....abrimos a porta da vida, a porta de nós mesmos.....e encontramos o caminho....

Dar...voltar a dar....e não nos cansarmos de dar.....

Sem nos preocuparmos com o receber....porque o segredo está no dar....

Temos tanto para dar....entregarmo-nos aos outros.....vivermos ao serviço do amor e dos outros

Dar....coisas simples, mas fundamentais.....um sorriso, um olhar meiguinho....uma palavra gentil.....um pensamento positivo......

Caminharmos pela estrada do Bem................

As pessoas são devoradas pelo tempo e pela vida...Não têm tempo para os outros, nem para elas próprias....não sabem ouvir os outros....não querem mais acreditar no amor, nem nos outros....não querem ter tempo para os outros....

Preferem viver na superfície...no prazer momentâneo...no desfrutar do materialismo...no acumular de riquezas materiais.....

E esquecem-se de dar amor!!!

Sentir e viver a arte do amor..... Sentir o amor!

Um abracinho....um simples abraço pode aquecer corações esquecidos na multidão....

Um sorriso....pode dar alegrias...vencer tantos dias de solidão e de dor....

Um olhar sincero, aberto e caloroso....pode simplesmente enriquecer quem o recebe e quem o dá......

 

 

20-03-2008

Quando o Eu encontra o Tu

Quando o Eu encontra o tu.....

Ao som da musica...eu quero...

navegar no teu eco....

Ser a expressão das tuas palavras......a sinfonia da tua voz na musica do teu sorriso...

Ao sabor do tempo....eu quero dedilhar a doçura do teu olhar....

No silêncio...eu quero tocar...o teu olhar....com o meu coração.....

Eu quero sorrir à tua vida......na minha paixão....

Na vida...

Eu quero ser a 21 ª nuvem no céu do amor....

E transportar-te....

....no sonho da vida.....

...e mostrar-te....a beleza do Mundo...

...encantar-te.

...e realizar-te......

 

13-03-2008

O prazer de dar........

Por alguns instantes...por uns segundos apenas....adormeci nos teus lábios.....

Vi e revi...fragmentos de vida....vi uma nuvem a caminhar....e vi alguém a navegar no ar....

Os ventos correram céleres....Um flor a nascer...e um Sol intenso a brilhar num céu imenso...

Por uns segundos...perdi-me...nos teus lábios....num caminho misto de emoção e prazer....e loucura....num caminho de vontade e querer....um caminho de amor....

Adormeci...nos teus lábios....

......e deu-se a partilha................................

A partilha do amor....de quem tem para dar...e quem agradece e sente gratidão por receber....

Mas essencialmente....

.......cultivar amor dentro de nós...como uma flor...simples..e colorida...que nasceu semente....e se transformou numa bela flor.................................................................................................................

e que depois de ter imenso amor dentro dela.....

....porque o trabalhou.....porque o cultivou........

e que depois de ter muito amor dentro dela....

...............o partilhou.......como o perfume.....

porque....tão somente...quis dar amor.....

.....e que continuou sempre a exalar perfume......apenas pelo prazer de dar......

Adormeci nos teus lábios.....e não quis mais acordar......

 

13-03-2008

Pelo desejo se vive...e pelo desejo se destrói....

O desejo movimenta-nos.... O desejo faz bater o coração.... O desejo impulsiona-nos....para a acção... O desejo é necessário.... O desejo impulsiona-nos, entusiasma-nos e cria em nós a força de vontade para lutarmos, termos coragem, determinação e perseverança..... É um caminho...uma atitude....uma dimensão para a profundidade do ser.... O desejo de ser feliz... O desejo de melhorar como ser humano... O desejo de ser....

O desejo de construir algo...o desejo de fazer alguma coisa...o desejo de ser....

Mas, por outro lado, o desejo também nos pode consumir...o desejo também nos pode destruir...

Existe uma dicotomia desejo-destruição...que se manifesta predominantemente no desejo de TER....Aqui existe um limite muito estreito entre o desejo salutar e necessário...no sentido do movimento para a acção...e o desejo maléfico, obsessivo...que evolui para a destruição...

Quantas vidas não se destruíram...devido a este desejo maléfico?

O desejo de TER ...o desejo de controlar...o desejo de possuir....o desejo de dominar....

Conseguiremos, de facto, perceber a diferença?

Algumas sabedorias...afirmam mesmo que o homem sábio....será o homem que elimina o desejo, pura e simples...

Mas...sem desejo....o homem torna-se amorfo!...vazio de conteúdo...e inerte...Não está virado para a acção....Não existirá uma mola propulsora....não há alavanca para sair da inércia...

A vida não é apenas meditação, nem inércia....

A vida é uma mistura de movimento e inércia...

A vida é uma conjugação de opostos....

A vida é composta de um equilíbrio entre o físico, o emocional e o espiritual...

Qualquer desequilíbrio manifesta-se num erro, numa doença...ou infelicidade....

Sem desejo....até o próprio amor será apenas espiritualidade...sem alicerces...

O desejo mantém o movimento, o caminhar...mesmo na própria inércia...

Controlar o desejo...é o substrato básico do Homem sábio....

Difícil é....mas com trabalho intenso, trabalho intenso,,,,não há impossíveis.....

 

06-03-2008

A imagem reflectida de nós próprios.....

Uma luz....um relance de um olhar...emoções que se acendem!

Contrastes...sons...cores...

Ao longe...o tempo que devora a cidade e as pessoas...

Ao perto...uma floresta na tranquilidade...um rio...um lago...uma margem...alguém debruçado...alguém que surge no horizonte de nós próprios....

Será luz? Será vida? Vida será talvez...porque se movimenta ao sabor das ondinhas....porque  se ergue...porque sorri...

Marionetas que não tocam o agora....

Imagens que não vivem o presente...

Olhares que se entrecruzam no movimento da água....A água que espelha o sentimento...Um corpo que sabe que é...e aparece...

Uma leitura que se esvazia na essência...

Um olhar...de nós próprios...em nós próprios...

Uma lágrima que cai suavemente e mergulha na imagem...que vem

Um sorriso que se enlaça na doçura da beleza...

Uma imagem reflectida de nós próprios...no espelho da vida...uma imagem de nós próprios no olhar que se projecta...

Aquilo que vem reflectido na água espelhada...será real, será verdade?

O que vemos corresponderá ao que existe realmente?

Ou será apenas reflectido o que pensamos que é...e não o que é...?

E porque não terá emoções...a imagem reflectida?

E porque não terá vida...a imagem reflectida?

 

06-03-2008

A sua vida pertence única e exclusivamente a si....

A nossa vida é uma tela, como já referi noutro post.....

Nós somos os artistas da nossa própria vida....

As cores são-nos fornecidas!...

O quadro final depende apenas de nós próprios...somos nós que juntamos as cores...somos nós que optamos por esta ou aquela cor....somos nós que criamos a pintura final...

O grande problema....é quando permitimos que outras pessoas pintem a tela da nossa vida …por nós!

O grande drama...é quando permitimos que outras pessoas tomem conta da nossa vida e...., de certo modo, que essas pessoas sejam as responsáveis pelas nossas decisões e opções...

As decisões que são efectuadas com base na opinião dos outros...as opções que são realizadas com base em crenças, preconceitos ou dogmas da Sociedade...as decisões que são feitas com base no medo...as opções que são efectuadas com base em pressões sociais, familiares ou do dinheiro..............................................................................

................................vão condicionar necessariamente o quadro final da vida!...

As decisões que deveriam ser efectuadas com base no coração e no amor....passam a ser situações condicionadas pelos variadíssimos factores e que levam, necessariamente, a consequências!

Os nosso actos são o reflexo das opções que tomamos....e essas consequências vão condicionar, por sua vez, o nosso destino!....e a nossa caminhada nesta vida....

Não podemos controlar o resultado final, não depende de nós exclusivamente, pois há variadíssimos factores internos e externos....mas somos responsáveis pelas decisões e opções que tomamos....e são essas que vão condicionar o nosso bem estar interior, a nossa realização pessoal e, em ultima instância, a nossa felicidade....

Nós somos educados, ensinados e condicionados desde que nascemos pelos Pais, pela Família e pela Sociedade....mas, quando, criamos asas....e começamos a voar....somos nós que temos que voar......só nós.....

Para sabermos voar...temos que aprender com os nosso próprios erros...essas lições vão-nos permitir aperfeiçoar a técnica do voo....

Para sabermos voar temos que ser nós...a dar os primeiros passos...a tentar...a enfrentar os obstáculos e as dificuldades com que nos deparamos....

os outros, familiares ou não, podem dar-nos conselhos e opiniões sobre a melhor técnica para voar....mas, quem tem que dar o primeiro passo...e os passos seguintes...somos nós! Apenas nós!

E o que voa melhor...é o que tentou...que tentou e voltou a tentar...que aprendeu com os erros....e que aprendeu até com os erros dos outros....

Então porquê...imensas pessoas...permitem que sejam os outros a voar por elas?

Qual será o resultado final?

.............Inevitavelmente....serão pessoas inseguras...e infelizes...amarguradas...e frustradas....

Optar, decidir...e assumir as consequências....é a solução sempre.....Se foi uma opção erradas que fizemos....o tempo o dirá...mas...mesmo que tenha sido errada...ficou sempre a lição importante e necessária...para evoluirmos como seres humanos....

Aliás penso mesmo...que ninguém consegue evoluir como ser humano...se não errar!!!!! 

 

 

26-02-2008

O Homem que acreditava no amor.....

Algures no Tempo!....Era uma vez...um Homem simples e humilde....que vivia na Ilha do Mundo!..Uma ilha onde havia imensa escuridão.....Não havia Sol!..O Sol tinha desaparecido...porque as pessoas tinham deixado de acreditar no amor!...

Todas as pessoas não!..Havia uma Homem diferente!..Ele acreditava! E, por mais que ouvisse, por mais que visse...ele recusava-se a deixar de acreditar no amor!..O Mundo girava por ele...girava sem parar! Luzes, vozes, uma dimensão humana que transcendia os próprios sentidos...Uma intuição que não cessa de cavalgar!....

Uma beleza intensa que se transformava em luz...Um coração que não parava de sentir!...Uma vida que não deixava de navegar...Um olhar que se perdia no coração...de quem um dia havia de chegar!....

O Mundo que girava...a vida que não parava...! As sensações que rodopiam...os sentimentos que viviam à superfície, num mar profundo desconhecido....

Um mar imenso imerso numa profundidade do ser...que se negava a revelara-se e a aflorar...

Um Sol desaparecido que não permitia que se visse a profundidade do mar...

As pessoas que se habituaram a viver e a sentir apenas na superfície do mar da vida...

Mas....o Homem humilde não desanimou....Dentro dele havia uma luzinha, trémula, que o orientava na escuridão! Era a luzinha do acreditar...........

Um dia....decidiu atravessar o vento, de lés a lés, caminhar sobre as tempestades e furacões...

Um dia...decidiu cavalgar nas ondas do mar, trepar ás montanhas e mergulhar....

Um dia decidiu...que nadaria até à eternidade....

Um dia....decidiu que penetraria no olhar mais profundo....

Um dia....venceu barreiras e partiu....à procura do outro alguém....

Pegou no amor e transportou-o até à eternidade...Abriu estradas, venceu obstáculos...

Cansado de tanto caminhar....deixou-se dormir à beira da estrada....

Estava frio.....mas não teve frio....Estava escuro, mas não ficou na escuridão...Estava sozinho, mas não se sentiu só....

Dormiu nos braços de uma luz...que o aqueceu e iluminou...Era uma estrelinha de luz...

Acordou e sentiu vontade de viver.....Acordou e sentiu vontade de amar....

Sentiu a presença de alguém....mas não a viu.....Alguém tinha estado com ele...o seu coração brilhava de vida....Alguém que desapareceu....alguém que amou.....

Do Homem humilde nunca mais ninguém ouviu falar....Fala-se que vive com o amor....Que encontrou o amor...em que tanto acreditava...que vive feliz para lá das montanhas na terra mágica do sonho e encanto....

 O amor verdadeiro  tudo mudou...o Sol voltou a aparecer na Ilha do Mundo...as pessoas estão a acordar....

Apenas porque um Homem acreditou no amor......

 

23-02-2008

Beber...o amor...

Caminhava alegremente no meu coração quando ouvi uma canção

- Vai beber um pouquinho de Sol....para poderes  entrar no Mundo mágico da emoção.

Por momentos não respirei....

Senti o olhar na ilusão...Senti uma vida no momento....Senti a vida na acção....

Coloquei então o meu sorriso no teu olhar...e percorri o Mundo com os teus olhos....

Consegui entrar na tua mente...ouvir as tuas ideias...mergulhar nas tuas emoções...e sentir o Sol a aquecer o coração....

Pensamentos que se tornaram acção....

Percorri o teu corpo...vivi o teu coração....

Dentro de ti...descobri o amor por mim...

Dentro de ti...descobri o amor por ti...

Percorri o teu coração.....e vi a minha imagem...com uma luz imensa...

Não são vozes....mas são palavras em silêncio...Não são cores....mas são as veias do amor...

Encerrei portas...abri portas....Caminhei em ti...suavemente

Encontrei obstáculos...vivi dificuldades...mas não desisti de ser uma parte de ti....

 

21-02-2008

Dá-me a mão...e vamos brilhar para a eternidade...

Olhei para ti....

Bebi o teu encanto...

Ouvi as tuas palavras doces e deliciei-me no teu olhar.....

Instantaneamente, um sorriso viveu na tua alegria e um calor percorreu o meu corpo...

Ao longe, o eco do teu perfume espalhou-se pelo Pôr-do-Sol...e as aves adormeceram ao som do anoitecer...

Comprei um cofre simples e guardei-o no meu coração....Envolvi-o no arco-íris...Nele coloquei o teu sorriso, o teu beijinho, a tua presença e o teu amor...

De repente, as lâmpadas acenderam-se....e iluminaram o meu caminho....A escuridão fugiu para o horizonte....

As folhas não mais murcharam....as flores não mais caíram.....o Sol não mais deixou de brilhar...As cores não mais se desbotaram...A água não mais deixou de correr....As aves não mais deixaram de cantar...A música não mais deixou de tocar....e o Céu não mais deixou de ser azul....

A tua mão tocou na minha mão...

Demos as mãos....

Senti o teu coração no meu pequeno cofre a palpitar...Um fogo imenso de paixão e uma floresta de intensidade a viver...

Sentimos a vida a agitar-se dentro de nós....sentimos o Mundo a nascer....sentimos o amor a crescer...

Nasceu ....uma estrela a cintilar no céu do amor...

Estrelinha de luz a brilhar...

O Poeta e a Estrelinha de luz.....deram as mãos....e foram brilhar na Eternidade!...

 

21-02-2008

Responder ás agressões...ou ser Inteligente emocional...

O que pensamos reflecte-se na maneira como sentimos...que, por sua vez, determina a maneira como agimos.......

Por outras palavras...a nossa atitude perante a vida é apenas a expressão do que pensamos...

Se não estamos bem, se não encontramos sentido na vida...a opção é MUDAR!...

Mudarmos a maneira de pensar e, correspondentemente, mudarmos a maneira de sentir...

Quantas pessoas têm coragem de mudar, de enfrentar as crenças, os preconceitos, as normas e regras da Sociedade em que vivemos?

Quantas pessoas se atrevem a questionar as próprias atitudes?

Quantas pessoas se atrevem a ter coragem de mudar?

Em teoria...é fácil pensarmos que...é necessário mudar! Mas, na prática, quando sentimos as dificuldades do dia a dia...quando nos deparamos com os obstáculos da própria vida...a situação é diferente! Na prática, será que temos mesmo a capacidade e coragem de mudar, não só a maneira de sentir, mas sobretudo de pensar?

Ou seja, perante uma agressão verbal ou física...quantas pessoas conseguem estar tranquilas e serenas nas reacções? Quantas pessoas mantêm o estado de serenidade perante essas mesmas dificuldades?

Quantas pessoas perderam a vida, em todos os sentidos, porque não foram inteligentes emocionalmente em resposta a uma agressão e reagiram apenas emocionalmente e instintivamente?

Quantos sabem sempre reagir inteligentemente ao que se sente e ao que se pensa....e que, por sua vez, se irá reflectir no que agimos?

Quantas relações a dois desfeitas...tão somente porque as pessoas não souberam ser inteligentes emocionalmente nos relacionamentos?

Por outro lado, quantas armadilhas nos podem colocar, ao saberem que reagimos apenas numa desproporção emocional e sem inteligência?

Manter a serenidade perante as dificuldades...não é fácil, mas é possível! O que se tem a ganhar? Tudo!

Como se consegue? Trabalho interior! Muito trabalho!

Primeiro, perceber que a nossa reacção não é a mais adequada

Segundo, perceber como agimos...

Terceiro, trabalho, trabalho e mais trabalho diariamente

Só com perseverança...conseguimos manter a serenidade perante situação de ansiedade e adrenalina evidentes...

Mas essa serenidade é compensadora...em termos de paz interior...a tal paz que nos faz sentir de bem com a vida...e alegria por estarmos vivos!   A tal paz interior que contribui decisivamente para a nossa felicidade.

O que teremos então a perder?

Ser Inteligente emocional...é um caminho para a paz interior e para a felicidade.....

 

17-02-2008

Rosto da Velhice...

Nome do último quadro.....Nome de vida.......Rostos esquecidos...Rostos frustrados...Vidas desperdiçadas...Vidas perdidas....

Quantas destas pessoas realmente deram um sentido à vida?.....

Quantos souberam realmente viver?....

Continuadamente...os seres humanos repetem os mesmos erros...não acordam...não despertam...não percebem a realidade da vida...

A vida é apenas um momento.....

E no momento seguinte...somos o rosto da velhice....o rosto da solidão...o rosto da desilusão....

Quantos idosos têm sorrisos no seu rosto?

Quantas vidas vividas por esses idosos têm sentido?

Quantos realmente encontraram o rosto de missão cumprida?

Quanta tristeza na escuridão de tantas vidas.....

Viver só por viver não é viver....

Viver sem encontrar o sentido...sem ter uma missão...sem saber amar.....será apenas mais um rosto na solidão e na frustração da vida....

Quantas pessoas realmente sentem alegria na velhice?....

Algo está errado na vida das pessoas.....

Continuamos todos a cometer os mesmos erros........

Onde estará o sentido da vida?

Quem encontrar um sentido para a vida terá, de facto, um rosto diferente na velhice....será o rosto da felicidade..........

 

14-02-2008

Quando a felicidade passa por nós...

Um dia, a qualquer pessoa, e felicidade irá bater à sua porta....

E o que fazemos quando a felicidade bate à nossa porta?

Conseguimos reconhecê-la)

Conseguimos reconhecê-la....e depois....conseguimos evitar que ela se vá embora?

Será que estamos mesmo equipados a nível interior....para perceber e adaptar essa felicidade?

A felicidade irá encontrar-nos...não tenho a menor dúvida disso.....

Mas também sei que não estamos equipados a nível interior para a perceber e para a compreendermos....

Ela passa habitualmente indelével por nós.....sempre acompanhada por amor...imenso amor...

Mas o nosso orgulho, os nossos medos....a nossa cegueira emocional,....impede-nos de ver mais além....impede-nos de acreditar...

E sem acreditarmos na felicidade....não a conseguimos ver...nem sentir...

A felicidade muitas vezes toca-nos como uma brisa suave....está ao nosso lado...quase que nos toca.....MAS NÓS NÃO VEMOS!

Para ver a felicidade é necessário acreditar que ela existe.........

Mas mais difícil.....é mantê-la!

Aí deveria entrar a nossa inteligência emocional.....deveria entrar o nosso trabalho interior.....deveria entrar a nossa evolução espiritual.....

Deveríamos trabalhar o amor, a compreensão, a tolerância, a empatia, o perdão, a paciência........e depois ajudarmos os outros...dar amor aos outros....e partilhar o Bem...

Os ingredientes existem....mas nós insistimos em ser egoístas....em ser superficiais....em não pensarmos mais nos outros.....

E quando se pensa assim.....só poderá acontecer uma coisa.....a felicidade que um dia nos bateu à porta.....que até entrou na nossa casa interior........a felicidade irá partir....e quem sabe...para não mais voltar.....

E que fazemos nós se a felicidade....um dia nos voltar a bater à porta....? Repetimos os mesmos erros....e voltamos a deixá-la partir....

O segredo está no trabalho interior que deveríamos fazer diariamente.....e que não fazemos.....Preferimos fazer o trabalho exterior, a imagem, e esquecer o mais importante....

O resultado só poderá ser o mesmo.....n vezes.....

 

14-02-2008

Ofereço-te...uma flor desenhada num papel...

Um papel simples...uma caneta...uma parte de imaginação e alguma criatividade....

A vida na linha e na tinta....e os traços desenhadas com emoção e amor....

Linhas que se separam....Linhas que se juntam e se constroem...

Ponto após ponto...traços após traços... Um desenho que surge...que emerge...

Desenhei uma flor.....para ti....

Onde estiveres....eu desenhei uma flor para ti....

Algures no meu coração…

Surgiu uma flor...num lugar só meu e teu....

Desenhei uma flor para ti...apenas um esboço...muitas linhas...

Uma flor para ti.......imensa!

Mas a flor...não é apenas o desenho de uma flor....É algo mais...muito mais....

Como que por magia...a flor ...transformou-se....e envolveu-nos no perfume intenso da emoção e na cor da paixão....

A flor levou-nos para um lugar mágico onde se sente amor....se respira amor....e se vê amor.....Um lugar onde só entram as pessoas que aprenderam a amar...

E nós vivemos esse amor eternamente....

Ofereço-te uma flor...apenas uma flor...mas mágica!

É uma flor mágica, que vive no coração de quem ama...

Ofereço-te uma flor...apenas uma flor desenhada...mas com vida!

Ofereço-te uma flor mágica...que vive no teu corpo e no teu coração....

Um brinde ao amor...

 

05-02-2008

Tu és uma parte de mim ....

Era uma vez um Príncipe...que vivia num Palácio sumptuoso...à beira de um lago encantador....

Era muito rico...Tinha tudo o que queria materialmente....Bastava pedir....e, como que por magia, tudo aparecia....

Tudo não! Pensava que tinha tudo....mas não tinha....

A vida não era só materialismo.....

Não sabia....mas vivia na escuridão....

Não tinha luz na sua vida....Não havia Sol no seu Mundo....

A pouco e pouco.....apercebeu-se da sua escuridão....

Meditou....

Um dia....decidiu que tinha que mudar alguma coisa...E, assim, assinou um decreto que dizia:

- Ofereço o meu Castelo sumptuoso...a quem preencher o vazio que me ocupa...Tinha descoberto que lhe faltava uma parte dele próprio!

O reino mandou afixar cartazes em todo o território...

Um belo dia apareceu uma candidata ao Castelo.....Chamava-se...Esperança!

Assim que ela entrou no Castelo...surgiu uma luz incipiente.....mas rapidamente desapareceu...

Não era a Esperança....a parte que lhe faltava....

Um outro dia...surgiu outra candidata à porta do Castelo...Vinha envolta num grande alarido....era a Alegria!...

No Castelo....espalhou-se a notícia....e rapidamente eclodiram sorrisos nas faces do povo...

No Mundo do Príncipe...surgiu uma luz forte...mas também rapidamente desapareceu...

Não era a alegria....a parte dele próprio que lhe faltava...

Passaram-se dias e dias....até que apareceu...outra candidata...a Fé!

Entrou de mansinho....e rapidamente surgiu uma luz intensa...mas,....também se extinguiu rapidamente....

Não era ela quem lhe preenchia o vazio...

Apareceram...outras candidatas....entre as quais a coragem....mas nenhuma delas fez surgir a luz no Mundo do Príncipe....

Passaram-se dias...anos....

O príncipe...triste e desiludido....partiu então....à procura da Terra da Paciência!...

Aí...ouviu os seus residentes.....recebeu conselhos....e agradeceu a todos eles....

De volta ao Palácio sumptuoso....encontrou à porta uma candidata cativante....que acendeu uma luz muito intensa...era a Amizade!

De repente...o Príncipe percebeu...que era aquela a parte dele próprio que lhe faltava...Todos sorriram de felicidade....

Mas...passadas umas horas....o Mundo do Príncipe ficou novamente na escuridão!...

Desiludido...pensou não mais encontrar a luz da sua vida...a parte que lhe faltava!

Pensou então nos conselhos dos residentes na Terra da paciência...e resolveu não desistir....

Porque quem desiste...não vence!...

E soube esperar....trabalhando o interior....construindo os alicerces da estrutura da sua personalidade...

E....um dia...tudo mudou!

O príncipe...apercebeu-se dum clarão....Olhou à janela...e ao longe...via uma luz imensa....que se aproximava....

Correu à porta do Castelo...e esperou....

Mais perto...apercebeu-se.....de alguém que tinha um olhar meigo e doce....um corpo esbelto....e uma luz imensa que irradiava do seu coração.....

- Quem és tu? - perguntou o Príncipe....

- Sou a Estrelinha de luz!...A estrela do amor!

De repente...algo mudou....

O Príncipe sentiu algo a mexer-se dentro dele....como se estivesse a ser preenchido...E sentiu-se um Todo!..

Ela era a parte que lhe faltava! Era uma parte dele próprio!

Era a luz que iluminaria o seu caminho e o seu Mundo!

Só o amor.....preencheu o vazio que estava dentro dele....Só o amor o preencheu....Só o amor fez desaparecer a escuridão....

 

03-02-2008

Amor é liberdade... e compreensão

Era uma vez um pintor...que desenhava as cores da emoção e criava vida nas telas.

Com o azul do céu...pintava o brilho do Sol...e com o azul do mar...criava uma força imensa...

Eu, tu....todas as pessoas...estamos na tela da vida...

O pintor colocou um beijinho nos meus lábios,... aproximou-me dos teus...e abriu-nos a porta do amor...

O Pintor ensinou-nos que o amor é um espelho do olhar...que o amor é a intensidade da paixão...Colocou cores e mais cores...e ouvimos o eco da minha própria vida no teu corpo...

Em nós fez surgir o momento...o agora...e as cores tornaram-se música de embalar...

O Pintor fez tocar a minha mão na tua...e desenhou-nos a caminhar na praia do amor

Nas asas da vida, deixámo-nos voar nas cores e ao encanto do luar...

O Pintor transformou-te em estrelinha de luz...e colocou-te a brilhar no meu coração!

Caminhamos juntinhos no meu coração.....

E o Pintor fez mais...No calor de um passeio pelo mesmo corpo, voámos...voámos...pelo encanto do Pôr-do-Sol...pela magia do amanhecer e pelo feitiço da vida...

Na praia da emoção....nadámos como peixinhos doces...

Eu e Tu...aprendemos a ser uno!

Tu e Eu...aprendemos a ser partilha....

Um dia...o Pintor desapareceu...

As cores e os desenhos inicialmente sentiram-se perdidos....mas depois....aprenderam o segredo da liberdade....Tornaram-se...vida por elas próprias....e perceberam que o verdadeiro amor é liberdade e criatividade....

O amor nunca poderá ser uma prisão pelo medo de algo.................

 

31-01-2008

O exterior versus interior...

Superficialidade...egoísmo...orgulho...ganância...ausência de verdade!....

Vidas que se baralham...vidas que se constroem...vidas que se destroem....vidas que nascem...vidas que morrem....

O frenesim do quotidiano.....num baralho de momentos mais ou menos bons....

Encontrei-me à porta de algo...à procura de algo....com necessidade de alguma coisa...e vivendo com um objectivo...de mim e dos outros...

Encontrei-me num momento de reflexão...A necessidade de mudar...a necessidade de compreender...a necessidade de acreditar que viemos ao Mundo com uma missão...

Mas existe...a Sociedade...vivemos em Sociedade...Não somos ilhas....

A sociedade eivada de crenças, preconceitos...erros de desenvolvimento....

Afinal quem quer ser feliz?

Afinal alguém é feliz?

Afinal existe Felicidade?

No eco da multidão...alguém respira diferente...alguém olha diferente...alguém sente diferente...

No vazio do momento...não pensamos, deixamo-nos fluir...ao sabor do tempo....barco da vida aos solavancos pelos obstáculos!

No vazio da vida...encontramos salpicos...de felicidade, momentos perdidos...numa odisseia sem rumo!

Barcos que cativam...ventos que desorientam...espaços por percorrer...num tempo que não existe!

 

24-01-2008

Saber decidir...

Uma escolha. Muitas escolhas. Escolhas pouco importantes e escolhas marcantes e decisivas em termos da nossa caminhada pela vida...

O futuro e o destino estão intrinsecamente ligados e entrelaçados às escolhas que fazemos diariamente....São essas mesmas escolhas que vão determinar não só a atitude no futuro, mas também as ocasiões e oportunidades e obstáculos que iremos encontrar…

O caminho da nossa vida não é linear...está preenchido com inúmeros cruzamentos que nos vão impor necessariamente....uma decisão!

Por este ou por aquele caminho?

Fazemos isto ou aquilo?

Escolhemos isto ou aquilo?

Assumir uma escolha nunca deverá ser o resultado de....algo muito fácil e precipitado!

As escolhas são fundamentais na nossa vida! Deveriam ser sempre tomadas com amor, seriedade e serenidade....Pensar, reflectir imenso acerca dos prós e contra....e colocar sempre imenso amor nessas decisões....E, sobretudo, paciência para decidir!

Saber decidir...é necessário para o nosso equilíbrio interior e paz! Saber decidir é sempre o substrato básico para o nosso destino!

E não poucas vezes...uma escolha precipitada e com medo (ausência de amor)....nos leva à perda de felicidade!

Quantas vezes.... não nos deixamos levar pela ansiedade, emoção descontrolada ou mesmo pela opinião dos outros ...nas nossas decisões?

Quantas vezes....negamos o amor...e voltamos a negar...como se ele não fosse essencial para a construção da felicidade?

Tantas e tantas vezes...que decidimos sobre o nosso orgulho....quando esse mesmo orgulho é a causa mais frequente de más decisões?

De facto, se as decisões são fundamentais...porque não decidir, sem ter por trás dessa decisão, emoções negativas, preconceitos e medo?

Porque não decidir sempre com amor?

Porque não decidir sempre com o coração?

 

06-01-2008

Uma simples folha de árvore....

Era uma vez....uma folha de árvore....Uma simples folha de árvore....

Uma arvore frondosa, imponente e que se orgulhava de ter folhas de múltiplas cores...Vivia no cume mais alto da Serra da Vida...

Nasceu uma folha....Verdinha, simples e humilde...Uma folha de árvore brilhante e viçosa...

A folha de árvore recebia diariamente os raios matinais de Sol e brilhava....dançava suavemente ao sabor do vento....Crescia suave e calmamente...

Cresceu, cresceu...mas a pouco e pouco...tornou-se triste...

Porque...porque....começou a invejar as aves que a visitavam diariamente....e que pululavam de energia e alegria...As aves voavam, voavam...e cantavam...canções de felicidade...E ela, uma simples folha de uma arvore.....apenas fazia de folha de uma arvore...mesmo que fosse de uma árvore imponente...

Olhava para as aves...e sentia inveja de não ser como elas...de voar...erguer-se bem alto nos céus...e percorrer o mundo...

Queria ser ave...queria desenhar no espaço as suas acrobacias...queria sorrir ao vento...e brincar com as crianças

Queria ser ave...queria, queria....e queria.....

O tempo passou...e a simples folha de uma árvore, que era verde...tornou-se amarelada e acastanhada....

Assim, a folha, que era verde e viçosa...perdeu a juventude e a vida....por querer ser uma ave..

...por querer ser quem nunca poderia ser.....

Então...num dia de Outono....um vento agreste passou pela árvore...e agitou a árvore...e a folhas de árvore, agora acastanhada...desprendeu-se...e voou...voou bem alto...andou quilómetros...e caiu inanimada no chão......levada pelo vento agreste...

Saltitou ainda e voltou a saltitar...e desapareceu....

..........................................................................Tanta vida desperdiçada........

 

05-01-2008

O homem que levava a música consigo...

Era uma vez um Menino...que vivia no dorso de uma ave.....na Terra do Nunca e do Sempre....

Era traquinas, irrequieto e....francamente terrível... A sua actividade diária era....basicamente...voar, voar sem destino...num corrupio de energia...

Para as pessoas que o rodeavam, os dias eram um verdadeiro intricado de...adrenalina...

Mas, como acontece em todas as rotinas....ele cresceu....e também ele se cansou de voar! Afinal, era apenas outro ser humano a voar...entre muitos....

E ele queria...mais, muito mais!

E partiu para a descoberta da Terra das emoções

No caminho, encontrou...uma Flor...Brilhante, colorida e cativante...

Olhou para ela e disse:

- eu quero ser o teu perfume!

A Flor ficou intrigada e estupefacta....Afinal nunca ninguém tinha querido ser o seu perfume...

Pensou, pensou...e aceitou....

E o menino mergulhou na Flor...e, num instante, passou a ser...o perfume mais cativante....da Flor mais linda...

Mas....com o passar do tempo...ainda se tornou uma rotina maior....

A Flor não era dinâmica...como seria de supor...e isto apesar de ele se esforçar por espalhar-se e exalar para longe, bem longe....Mas dissipava-se sempre...e voltava novamente para a Flor linda do caminho....

E então....um belo dia....deixou de ser o perfume da Flor mais linda...

Caminhou...caminhou...Voltou a caminhar e a caminhar....

Nada o motivava....

O algo mais que queria...não aparecia!

Um dia passou por ele uma estrelinha....

E, num suspiro, os seus olhos arregalaram-se de emoção...e rapidamente decidiu...

- Eu quero ser a tua luz!

E tornou-se...luz!

Como adorou tornar-se a luz da estrelinha...Iluminou tudo e todos...aqueceu os corações das pessoas que encontrava...e, o que o alegrava mais....era poder iluminar as pessoas que estavam na escuridão da vida....

Como era lindo....tornou tudo mais colorido e brilhante....

Irradiou felicidade para ele e para os outros....

Mas....um dia descobriu que...não conseguia iluminar...nos dias brilhantes...

Que desilusão para ele!

Então...um dia....voltou a caminhar...à procura de algo mais...

E caminhou....caminhou....

Após muito caminhar...encontrou uma viola....

E....súbito, súbito....rapidamente soube que...queria ser o Homem...que levava a música consigo....

De repente, percebeu  que.....aquela era a sua missão na vida!

Por onde passava....levava sempre alegria e felicidade! Era o verdadeiro...portador da felicidade!

Como alguém disse......o seu segredo era a persistência! A sua força era a humildade! E a sua alegria era...nunca desistir de sonhar....

 

03-01-2008

A melhor prenda ...

Não são carros, nem casas, nem barcos.....

Ter tudo e nada ter....

Dinheiro, muito dinheiro.....conquistar o Mundo....Mera ilusão!..........

O que existe, na realidade, é apenas....o que somos!....O que vive em nós e de nós.....é a Sabedoria, a capacidade de evoluirmos e crescermos como seres humanos....

Nada mais ficará.................Não temos nada e quando morrermos não levaremos nada...a não ser...o que somos e sabemos!!!

Não ficará nada...a não ser o que crescemos interiormente.....

Dias que correm

Noites que se esvaem.........

Somos apenas o que somos e sabemos....não somos o que temos!

Os dias passam, as madrugadas multiplicam-se......numa adição para a velhice e para a morte...

Em nossa casa interior e exterior.....apenas temos...sabedoria para caminhar....Apenas e só! Não conseguimos carregar nada mais....

Luzes!....Um pôr-do-sol!...Nascer do sol.............olhares, pensamentos, música e vida.............

Luzes que crescem dentro de nós próprios...Luz que é o amor...dentro do coração!

Amor...amor e só amor....o fruto da árvore mais apetecida!..............

Amor...o fruto que nos alimenta e nos faz sorrir!...O fruto que nos aquece o interior!

Que prenda para oferecer?

Certamente....um pacote com sementes de compreensão, tolerância e perdão...........para que cresçam e façam árvores profundas e imensas.....

A humanidade agradece.............e nós ficamos mais felizes......................

 

01-01-2008

Nasceu uma flor ...

Uma flor...

Flor de vida...flor de tempo....

Nasceu uma flor....num jardim de ervas…Numa vida sem cor...

Dia de sol...dia de lua...Encontro de vidas...Na sombra, no momento...no próprio instante...

Um dia algures....

Alguém...numa dimensão diferente...

Semente que dá cor...semente que dá vida!

Um dia, ao acordar...nasceu a semente em flor!

Uma pomba que esvoaça no encanto do movimento...

Um olhar que serpenteia pela vida...

Lá ao longe...tudo está igual...Encontros entre iguais...

Uma fonte que jorra...água da própria música....

Na sombra da mesma luz...imagens que se perdem numa realidade que não existe!..

Anda comigo...dá-me a mão....e caminha comigo!...Murmúrios de sonhos!

As flores que não crescem...

A água vai correr...a vida vai florescer...o caminhar atento ao despertar...

O perfume da flor irradiou para o coração de quem a recebeu....e quem a deu recebeu uma luz!

A luz que faz crescer....

Imagens de flores que não crescem como arvores...nem arvores que vivem como casa...

A flor cresceu ela mesma...como flor...

Ao amanhecer...a flor....exalou o seu perfume para todos os caminhantes...

A cidade ficou iluminada....o vento correu veloz...os olhares entrecruzaram-se...e o relógio que não pára!...

O silêncio que se manifesta...nos olhares vazios....

O perfume que existe por exalar nesses mesmos olhares...

A luz que visita os corações aquecidos nesse mesmo perfume...

O perfume de uma flor...que fica nas mãos de quem oferece essa flor...e a luz que fica sempre no coração de quem a recebe...

Um olhar para além da própria realidade....numa realidade em que o tempo não existe...

O tempo somos nós.....o tempo é relativo...

O tempo é longo para quem espera...o tempo é curto para quem ama....

Viver para além da realidade....viver para além do tempo...é sentir o perfume da flor do amor...

A flor do amor nasceu....algures alguém a colheu; algures alguém a ofereceu; algures alguém a recebeu.....

A flor do amor existe...para além do tempo e da realidade...

E só quem sente o perfume dessa flor...consegue ver para além do olhar e sentir para além da vida...

O perfume da flor marca a diferença.....na dedicação à vida, no sentir a vida, no viver o tempo!

Nas palavras, no olhar, nos gestos e atitudes....sentir o perfume da flor...é crescer! Respirar esse perfume é viver................

 

Posts 1 a 10 de 53

 

Seguinte Último

Voltar