Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

O código da vida...

[ 25-06-2009 ]

Em termos básicos, existem dois passos na vida, separados por um momento fulcral: O acordar!.. A maioria das pessoas está adormecida, e continuará adormecida... Poucas pessoas estão acordadas....

O processo de acordar é resultante de um momento traumático intenso...ou apenas, embora raramente, apenas pela sabedoria...

Mas não basta acordar!!!

A evolução como ser humano, pressupõe um processo contínuo desde o acordar: existe a consciência de que é necessário um trabalho interior que tem que ser feito continuadamente, constituído, na minha opinião por 3 fases.

Ao acordar temos tendência a efectuar o balanço entre o que temos e o que somos...Através desta análise, percebemos que temos qualidades e defeitos. As qualidades deverão ser para manter e os defeitos são para trabalharmos, de modo a serem diminuídos ou eliminados...

Mas....primeiro, o ser humano tem que perceber...O que é a vida? Qual é a sua missão nesta vida? Qual é o caminho da felicidade ?...

Entender o significado da vida é perceber a noção do Tempo...O Tempo somos nós e o único momento que pode ser vivido...é o momento presente!!!

O passado é o somatório de experiências que dita aquilo que somos ou temos no presente. È o mestre que nos deveria evitar repetir os mesmos erros e que nos permitiria evoluir… Através do passado entendemos que os erros são apenas lições de aprendizagem...uns das formas de crescermos!..A outra forma de crescer...é através da sabedoria!

O futuro não existe!...É uma miragem!

A percepção do Tempo em nós permite-nos compreender que...a vida é demasiado curta e que é importante definirmos...o que realmente é importante para nós...e o que é acessório!!!

A definição do importante...permite-nos eliminar as perdas de tempo....o que leva a que percebamos o que é viver intensamente...no Tempo!...

O caminho para a felicidade é realizado pela atitude ao caminharmos...A atitude deverá ser feita com três componentes básicos: o amor, a humildade e a paciência!...

E aqui temos a primeira fase do trabalho interior!

O amor é o ingrediente básico...O amor nos seus três componentes: o amor por nós próprios, o amor pela família e o amor pelos outros...preencher cada célula do nosso corpo com o amor...o amor que transborda...o amor que cresce para os outros...o amor que inunda...O amor pelos outros...A ajuda aos outros....

O amor por nós...é essencial...para que o possamos dar aos outros...Ninguém consegue dar o que não tem.... Viver a vida com amor...Amar o que se faz...amar quem encontramos....O amor pela natureza...o amor pela vida, essencialmente!... Viver cada momento com paixão e entusiasmo.....

Assumir a humildade...porque, de facto, somos pequenos na vastidão do Universo...Perceber que a distância entre Fama/poder e a miséria é uma linha muito ténue...Perceber que somos pequenos no saber e no ter, inclusive...

A paciência, como complemento...O saber esperar! O acreditar no melhor para nós, porque damos sempre o melhor de nós.... A paciência incorpora intrinsecamente a esperança e a fé...São os elementos fundamentais, sobretudo, quando deparamos com obstáculos....

A paz interior que nos preenche, bem como a paixão que colocamos em cada momento da nossa existência...é o perfume da felicidade que nos transporta para o mundo do coração....

A segunda fase do trabalho interior...está no controle do pensamento e na gestão das emoções...O pensamento é a força motriz das emoções...

O pensamento determina a maior parte da nossa realidade, como reagimos e como nos sentimos....Somos o que pensamos!....

Controlar o pensamento é controlar a vida, de modo a que consigamos caminhar nos objectivos estabelecidos e com a visão na meta determinada....

Saber gerir as emoções, quer as emoções positivas e, sobretudo, as emoções negativas...é essencial!

A terceira fase do trabalho interior está na capacidade de efectuarmos...o desapego!

O centro do nosso equilíbrio está na capacidade de conseguirmos...o desapego!...

A noção de que não temos nada, a não ser o que somos!!! A certeza de que não somos donos de nada, a não ser do que sabemos!....

Vivemos ao mundo sem nada...e só podemos levar sabedoria....

Sairmos de nós próprios, do nosso próprio desejo e caminharmos para fora de nós mesmos....ao encontro dos outros, e através disso vencermos o desejo....

A vida não é complicada. Nós é que a complicamos, através do ego e do egocentrismo que exalamos...Ou seja, o ego aprisiona o nosso coração, na nossa própria realidade....

 

 

Voltar