Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Não falando, a percorrer.....

[ 25-02-2017 ]

O silêncio de um olhar profundo, que usa o que queremos dizer, sente a paixão nos lábios que respiram no olhar que faz o tempo acontecer no interior.

A estrela na intenção de uma luz que contempla o céu imenso de ti, em cada forma de amar, significa desviar a distração no silêncio que sussurra como é.

O melhor que esperamos para manter a música no momento do meu coração, desvia as pausas da madrugada na manhã possível, que olha a doçura do amor e chega às letras que podíamos ter em cada gesto, que segue o que diria o coração ao acordar o que tinha adormecido.

Responder à entrega que não queira, o que esperou o teu nome bem alto, na voz que será dizer a verdade, no sentido de um ponto de vista que se abstrai na existência.

O que sabe dizer a mensagem, que se tornou a chuva de emoções nos sentidos que tocam o que os olhos acentuam, sabe dizer o que queremos ver ao acordar do medo, nas sombras que nunca foram luzes. Deixaram falar para conseguir, o que acontece no olhar cruzado que surpreende as dificuldades.

O que transponha a porta, à tua espera, que se passa na brusquidão dos movimentos que possam inchar os sonhos, inclina-se onde estão os sinais da fechadura por quebrar no teu coração, no que se aproxima dos lábios de esperança que sabem acordar à tua frente.

A maneira de ter as tuas palavras à minha frente, num encontro que quer ficar no teu corpo, a querer ter intensidade numa paixão e ser. Não falando, a percorrer......

 

Voltar