Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

A razão esquecida que é o princípio.

[ 04-03-2017 ]

O que jamais abandona a última lágrima, porque na sua vida aconteceu o que sentia intensamente, deixa sentir o que não sabe o que é, mas que não sabe ser feliz.

Podia estar triste.

Quando chegar à sua imaginação romântica,  de pouco que perguntou e que enfrentou, sem tentar resistir, porque algo transporta o que não sabe envolver a intimidade no coração.

O tempo para esperarmos é uma versão diferente porque foi o que é o princípio.

O que sentiu nos seus braços, deixou a oportunidade que poderia nunca voltar na razão esquecida, que são apenas alguns fragmentos que guardam a realidade.

O que sorri ao horizonte que deixaria o que olhou,  parece o mesmo tempo que sinto.

Aconteceu o que não queria no amor que levantou o amanhã, à espreita do tempo diferente que fez caminhar o silêncio e parece estar na razão que atrai o que não podia acabar para nós.

Como está em voltar por ti o que acharia na noite a dizer, espera o olhar no receio de amar.

 

Voltar